Galope aboiado

P1050595

Na noite da lua-cheia
Num céu negro e abobadado
Eu risquei estas quadrinha(s)
Nesse galope aboiado
A morena se incendeia,
seu coração cambaleia
Sempre que eu (es-)tou do lado… ê!…

E este caboclo aluado
Que muito vos aperrêia
(num violão bem ponteado
chega a gente se “arrupêia”)
O dia dos namorados
tem um céu tão estrelado
que o sertão todo alumêia. ô!…

Anúncios

Sobre louquitetura

Quase palavra que um de nós murmura...
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s