Arquivo do mês: julho 2016

Há exatos dois anos… direto do túnel da auto-crítica (reloading…)

(é tudo culpa dos outros…) da Dilma do PT dos marçons do PSDB dos caciques da faculdade dos alambiques, na verdade da inexpressividade dos nanicos da ignorância dos gênios da protuberância em nossas calças da babaquice dos babões e do … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Galope aboiado

Na noite da lua-cheia Num céu negro e abobadado Eu risquei estas quadrinha(s) Nesse galope aboiado A morena se incendeia, seu coração cambaleia Sempre que eu (es-)tou do lado… ê!… E este caboclo aluado Que muito vos aperrêia (num violão … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário