Firmitas, Venustas, Utilitas

É noite…
É noite e ela me fita
de sua janela
Enquanto…
Enquanto vejo ao longe a luz
de um barco a vela
Qual estrela no horizonte…
… Distante.

Ando tão distante amiga fortuita
que me fita…

A solidão é muito dura: Firmitas!
E você é tão linda: Venustas!

(Já este poemeto que agora faço

ecoar no espaço,
não passa de um desabafo: Utilitas…)

Anúncios

Sobre louquitetura

Quase palavra que um de nós murmura...
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s